Conferências

O congresso será aberto no dia 16 de novembro, às 11h (horário de Brasília), pelo coordenador do projeto de pesquisa em cooperação internacional do PPGLEV “Vozes e escritas nos diferentes espaços da língua portuguesa”.

Em seguida, haverá uma conferência de Língua Portuguesa e outra de Literatura Brasileira, proferidas por convidados internacionais.

À tarde, no período das 14h às 16h (horário de Brasília), ocorrerão simpósios simultâneos nas áreas de Língua Portuguesa, Literatura Brasileira, Literatura Portuguesa e Literaturas Africanas.

Para assistir às diferentes sessões do evento, basta se inscrever em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCtyO58b0rpbCIZTqcXjHqbA/featured

16 de novembro

Maria Antonia Mota
Dau Bastos

Universidade Federal
do Rio de Janeiro

11h-11h10

Abertura

Boas-vindas

Síntese dos cinquenta anos de existência do Programa de Pós-graduação em Letras Vernáculas, com destaque para seu contínuo processo de internacionalização, que ganhou ainda mais dinamismo a partir da implantação do Programa CAPES-PrInt.

A segunda parte do rápido pronunciamento será dedicada a explicações objetivas sobre o funcionamento do evento.

Sobre o coordenador do projeto

Professor associado de Literatura Brasileira na UFRJ, Dau Bastos se atém sobretudo à ficção nacional das últimas décadas.

Organiza, em parceria com colegas e estudantes de pós-graduação, a revista Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea, de cuja chefia de edição se encarrega.

Entre seus livros, lista a tese Céline e a ruína do Velho Mundo (2003; prêmio APCA de melhor livro de ensaio do ano) e a biografia intelectual Machado de Assis: num recanto, um mundo inteiro (2008), além dos romances Das trips, coração (1984), Snif (1987), Clandestinos na América (2005), Reima (2009), Mar Negro (2014) e Espiral (2017).

Também organizou coletâneas de ensaios e entrevistas, a exemplo de Jornada Discente Machado de Assis: melhores artigos (2008) e Luiz Costa Lima: uma obra em questão (2010).

Maria Antonia Mota
Maria Antónia Mota

Universidade de Lisboa

11h10-12h

Conferência 1

A Gramática do Português – conceção, opções conceptuais, terminológicas e metodológicas

A Gramática do Português é uma obra descritiva que visa ser o mais completa possível e refletir o estado contemporâneo da investigação, mas tratando os aspetos teóricos necessários à compreensão das questões abordadas de forma clara, acessível a um público instruído, mas não forçosamente especialista.

Enquanto membro da Comissão Organizadora da Gramática, no Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, focarei os principais aspetos associados ao processo de conceção da estrutura interna da obra, às opções conceptuais, terminológicas e metodológicas relativas à elaboração e apresentação dos capítulos (no total, 64), ao acompanhamento da sua execução por 41 autores e à harmonização do conjunto dos contributos, à elaboração do Índice remissivo – incluído no v. III, recentemente publicado – e à preparação da obra (com 3.522 páginas) para edição.

Sobre a conferencista

Maria Antónia Mota é doutorada em Linguística Geral pela Universidade de Lisboa.

As suas principais áreas de trabalho são a Morfologia do Português e a Sociolinguística/Variação Linguística em Português (morfologia e interfaces com fonologia e sintaxe), tendo lecionado, orientado teses e publicado nessas áreas.

Professora associada da Faculdade de Letras de Lisboa (FLUL), agora aposentada, e investigadora do Centro de Linguística da mesma universidade (CLUL) – Grupo de Dialetologia & Diacronia, participa de vários projetos nacionais e internacionais (nomeadamente, em parcerias com a UFRJ), tendo coordenado alguns deles e sido membro da Comissão Organizadora do Projeto Gramática do Português (Fundação Calouste Gulbenkian – CLUL).

Foi presidente da APL e do Departamento de Linguística da FLUL, membro da Direção do CLUL e membro cofundador da AILP; dirigiu o Centro de Avaliação e Certificação de PLE (CAPLE) da FLUL; é coordenadora científica, em representação da Unversidade de Lisboa, da Licenciatura em Estudos Portugueses da U. Mohammed V de Rabat, Marrocos.

12h-12h10

Intervalo

Intervalo de 10 minutos.

 

Perfil Pedro Meira Monteiro
Pedro Meira Monteiro

Universidade de Princeton

12h10-13h

Conferência 2

Machado de Assis, o gênio da raça

A prosa de Machado de Assis é sibilina, a um só tempo sutil e devastadora. Por meio de seus narradores, ele diz muito ao dizer pouco, como se soletrasse os problemas de seu tempo e do nosso. Dentre eles, sobressai a questão racial, que nos últimos anos ganhou relevo no debate público, dentro e fora do Brasil.

A recente edição de Memórias póstumas de Brás Cubas na Coleção Penguin Classics o apresenta como “one of the greatest Black authors in the Americas”, como que ecoando os esforços por recuperar sua face afro-brasileira.

As perguntas que nos guiam são as seguintes: o que implica buscar a identidade de um autor elusivo como Machado? Como compreender sua inserção no debate contemporâneo? Que linhas de força permitem situá-lo, e à sua prosa, no espectro das cores que ajudam a definir os lugares sociais?

Sobre o conferencista

Pedro Meira Monteiro é professor titular de Literatura e Cultura Brasileiras na Princeton University, onde dirige o Departamento de Espanhol e Português.

Publicou, entre outros livros, Um moralista nos trópicos: o visconde de Cairu e o duque de La Rochefoucauld (Boitempo, 2004), Sérgio Buarque de Holanda e Mário de Andrade: correspondência (Edusp/Companhia das Letras, 2012), A primeira aula: trânsitos da literatura brasileira no estrangeiro (Itaú Cultural/Hedra, 2014, também em inglês e espanhol), Signo e desterro: Sérgio Buarque de Holanda e o Brasil (Hucitec/E-galáxia, 2015) e Conta-gotas: máximas & reflexões (E-galáxia, 2016).

É organizador, com Lilia Moritz Schwarcz, da edição crítica de Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda (Companhia das Letras, 2016).

Em 2021, a Relicário publicará Nós somos muitas: ensaios sobre crise, cultura e esperança, livro em parceria com Arto Lindsay, Rogério Barbosa e Flora Thomson-DeVeaux.

www.meiramonteiro.com

14h-16h

Simpósios

Os simpósios foram propostos e serão coordenados por docentes do Programa de Pós-graduação em Letras Vernáculas da UFRJ, em parceria com colegas de instituições nacionais e estrangeiras.

As sessões se distribuirão ao longo dos três dias do evento.

As comunicações serão apresentadas por professore(a)s, pós-doutore(a)s, recém-doutore(a)s, aluno(a)s de doutorado, recém-mestre(a)s e aluno(a)s de mestrado do Brasil e do exterior.

FALE CONOSCO

E-mail: cippglev@letras.ufrj.br

PLATAFORMA DO CONGRESSO

Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia Duarte

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva